Texto normalContraste normalAumentar contrasteAumentar textoDiminuir texto Ir para o conteúdo

29/05/18 | Assessoria de Imprensa - SAP   Fotos: Divulgação/SAP

Drone clandestino é encontrado no CDP de Caraguatatuba, visitantes com ilícitos são barrados em unidades prisionais de todo o estado (26 e 27/05)


A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa que um drone clandestino foi apreendido durante a madrugada de domingo, dia 27 de maio, no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Caraguatatuba. Quatro celulares, três fones de ouvido, um carregador, cinco cabos USB, além de uma porção com cinco gramas de maconha estavam presos ao aparelho com fita adesiva.

O flagrante aconteceu quando os agentes de segurança penitenciária ouviram o barulho do drone sobrevoando a unidade por volta das 2h. O eletrônico foi encontrado na laje de um dos pavilhões da unidade, tentando lançar voo. A Polícia Militar foi acionada para apoio, porém nenhum suspeito foi encontrado nas proximidades da prisão.

Além da apreensão do drone, tivemos diversas apreensões no fim de semana em unidades prisionais de todo o Estado. Na capital paulista, no sábado, 26, no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Vila Independência, agentes detectaram objeto estranho na calça de visitante, companheira de detento da unidade. Após ser questionada, ela acabou por confessar que trouxe uma porção de cocaína para seu companheiro.

No domingo, 27, durante procedimento de revista em materiais e alimentações entregues por familiares no CDP I "ASP Vicente Luzan da Silva" de Pinheiros, agentes encontraram uma tesoura de metal com cabo de plástico escondida no interior de sacola pertencente a mãe de detento da unidade.

Nesses e nos demais casos de apreensões com visitantes, é registrado Boletim de Ocorrência. Os presos que receberiam os ilícitos foram isolados e responderão a Procedimento Apuratório Disciplinar.

Todo visitante flagrado tentando entrar com ilícito em unidade prisional é automaticamente suspenso do rol de visitas.

Mauá

No CDP de Mauá, uma visitante, companheira de detento da unidade, foi surpreendida tentando entrar com 32 gramas de maconha e 13 gramas de cocaína no sábado, 26. Durante procedimento de revista, ao ser submetida ao scanner corporal foi identificado anormalidade na região dos seios. Uma agente penitenciária do sexo feminino solicitou a retirada do sutiã para análise em local isolado, porém sem sucesso. Somente após intervenção da Polícia Militar, a visitante acabou entregando o sutiã, que continha os entorpecentes ocultos em um bojo improvisado. A visitante foi encaminhada ao 1º Distrito Policial de Mauá.

Diadema

No sábado, 26, ao passar uma criança de dois anos, filho de preso do CDP de Diadema, pelo scanner corporal da unidade, agentes encontraram um carregador para telefone celular no bolso lateral da calça que o menor usava.

No domingo, 27, duas visitantes, ambas companheiras de presos da unidade, foram flagradas durante revista por meio de scanner corporal com algo oculto nos genitais. Uma levava um invólucro contendo cocaína e a outra, 15 pacotes de cocaína e uma porção de maconha. Ambas foram encaminhadas ao 1º DP de Diadema.

Jundiaí

No último domingo (27), a mãe de um detento foi flagrada, durante o procedimento de revista, com maconha escondida em 42 cigarros, no Centro de Detenção Provisória (CDP) ‘Marcos Antônio Alves Bezerra’, de Jundiaí. Os agentes descobriram a ação devido ao forte cheiro do entorpecente.

São José dos Campos

No sábado, dia 26 de maio, uma mulher de 19 anos foi barrada com 50 adesivos de LSD ao tentar entrar no CDP de São José dos Campos. A droga estava escondida em meio a fatias de queijo que a visitante pretendia entregar a seu companheiro, recluso da unidade. No dia seguinte, o escâner corporal detectou um objeto estranho na região pélvica de outra visitante. Tratava-se de um celular introduzido na vagina da jovem, de 18 anos.

Hortolândia

No domingo (27), uma mulher de 32 anos foi presa na Penitenciária ‘Odete Leite de Campos Critter’, com 54 gramas de maconha escondida no sutiã.

Agentes perceberam a droga na roupa da suspeita, por meio das imagens do scanner corporal. Quando foi questionada, a mulher disse que havia recebido a droga de uma desconhecida, momentos antes de entrar na unidade e não sabia para quem seria entregue.

Potim

Na Penitenciária II de Potim, também no domingo, uma mulher foi barrada com maconha escondida na costura da sua roupa – menos de um grama da droga foi encontrado no top e na calça da visitante. O material, que seria entregue a seu companheiro, detento da unidade, foi detectado pelo body scanner.

São Vicente

No domingo, 27, por volta das 11h, uma mulher foi barrada ao tentar entrar na Penitenciária II de São Vicente com 17 gramas de maconha escondidos em um bolo de chocolate. O material foi encontrado enquanto agentes de segurança penitenciária revistavam os itens trazidos pela visitante. A droga estava em pequenos invólucros misturados entre pedaços de bolo. A mulher, de 35 anos, entregaria o material a seu companheiro, sentenciado da unidade.

Mais tarde, no mesmo dia, a mãe de um detento foi surpreendida com 61 gramas de cocaína e 36 gramas de maconha na Penitenciária I "Dr. Geraldo de Andrade Vieira" de São Vicente. O material foi detectado na região pélvica da visitante pelo aparelho de escaneamento corporal. A mulher, de 38 anos, foi direcionada para o Centro Referência Emergência Internação do município, onde exames de raio-X confirmaram a presença de dois invólucros em sua vagina, retirados espontaneamente pela suspeita.

Itirapina

Houve duas apreensões durante o final de semana, na Penitenciária ‘João Batista de Arruda Sampaio’, Itirapina II. A primeira ocorrência foi no sábado (26), durante o procedimento de revista. Uma mulher escondeu um invólucro com 46 gramas de maconha, nas partes íntimas.

Quando a suspeita passou pelo body scanner as agentes perceberam que havia alteração nas imagens e pediram que a suspeita refizesse o procedimento. As imagens continuaram apontando para uma alteração na região genital, então, depois de ser questionada, a suspeita admitiu que havia escondido a droga na vagina e espontaneamente retirou o material.

A segunda apreensão aconteceu no domingo (27), durante inspeção manual nos alimentos. Agentes encontraram, aproximadamente 123 gramas de maconha dentro de uma vasilha de arroz, que a companheira de um detento pretendia entregá-lo.

Serra Azul

No sábado (26), por volta das 8h30 da manhã, agentes de segurança da Penitenciária I de Serra Azul que faziam o monitoramento do aparelho de body scanner identificaram um objeto desconhecido no corpo de uma visitante, esposa de sentenciado. Ela foi questionada pelas funcionárias da penitenciária e acabou retirando da vagina, em uma sala separada, dois invólucros contendo maconha.

No mesmo dia, por volta das 12h55, um homem, irmão de preso, também foi flagrado pelo scanner corporal portando um objeto desconhecido no corpo. Ao ser submetido pelo procedimento de revista, foi encontrado no bolso da calça do visitante uma porção de maconha que seria entregue ao seu irmão, recluso no presídio.

Ribeirão Preto

No domingo, 27, por volta das 8h55, uma mulher foi barrada de entrar na Penitenciária de Ribeirão Preto por esconder maconha na genitália. O flagrante ocorreu no momento em que ela passava pelo scanner corporal, que detectou um objeto estranho em seu corpo. A mulher foi levada pelas agentes de segurança até uma sala separada e retirou de forma voluntária um invólucro com o entorpecente, que seria entregue ao seu marido.

Assis

No domingo (27) uma visitante foi pega tentando entrar com entorpecentes na Penitenciária de Assis. Ao passar pelo scanner corporal, foi verificado que a mulher possuía um invólucro escondido em seu corpo. Os agentes solicitaram que a visitante retirasse o objeto e, em uma sala a parte, ela realizou a retirada e foi constatado que dentro do invólucro possuía 79,26 gramas de maconha.

Ela foi encaminhada para o DP da região.

Irapuru

No sábado (26) uma visitante foi flagrada tentando entrar com ilícitos na Penitenciária de Irapuru. Ao passar a sacola que estava carregando pelo aparelho de Raio-X, os agentes visualizaram que ela estava com 20 comprimidos azuis escondidos na alça da bolsa.

Ele foi encaminhada para o DP local.

Lavínia

No dia 26/05, sábado, uma visitante foi flagrada tentando entrar com entorpecentes na Penitenciária I de Lavínia. Ao passar pelos procedimentos padrões de revista, as ASPs perceberam que a mulher estava com um volume estranho na barra da calça e solicitaram que ela mostrasse o local. Quando ela desdobrou a barra foi localizado dois invólucros de maconha.

Ela foi encaminhada para o DP local.

Ainda no sábado, outra visitante foi flagrada, agora na PIII de Lavínia, tentando entrar com ilícitos na unidade prisional. Após ela passar pelo scanner corporal os servidores perceberam que ela estava com algo escondido em sua genitália. A mulher foi questionada e voluntariamente fez a retirada do objeto, em uma sala a parte, entregando-o para as ASPs. Dentro do invólucro foi localizado um celular.

Ela foi encaminhada para o DP local.

Já no domingo, duas visitantes foram flagradas tentando entrar com entorpecentes na PIII de Lavínia. As duas apreensão ocorreram quando as mulheres passaram pelo scanner corporal da unidade e os servidores visualizaram que elas estariam com algo escondido em seu corpo. Elas foram questionadas e negaram estar com um objeto ocultado no corpo. Foram então encaminhadas para o Hospital Geral de Mirandópolis que, após realização de exames, confirmou que elas estavam com um invólucro ocultado. Novamente questionadas elas admitiram e realizaram a retirada do objeto. Um invólucro continha cocaína e o outro maconha.

Elas foram encaminhadas para o DP local.

Martinópolis

No sábado (26) uma visitante foi flagrada tentando levar um fone de ouvido para aparelho celular na sacola de alimentação que seria destinada para um preso, na Penitenciária de Martinópolis. Durante a revista padrão das sacolas os agentes da unidade localizaram o objeto.

Já no domingo (27) uma visitante tentou entrar com ilícitos na unidade. Depois de passar pelo scanner corporal, os servidores visualizaram que ela estava com um objeto escondido em sua genitália. A mulher foi questionada e voluntariamente fez a retirada do objeto, em uma sala a parte, entregando-o para as ASPs. Dentro do invólucro foi localizado um aparelho celular.

Mirandópolis

No dia 26/05, sábado, um visitante foi flagrado tentando entrar com ilícitos na PII de Mirandópolis. Ao passar pelos procedimentos padrões de revista, os ASPs perceberam que o homem estava com algo ocultado na barra da calça e solicitaram que ele mostrasse o local. Quando ele desdobrou a barra foi localizado uma porção de maconha e cem comprimidos estimulantes sexuais.

Ele foi encaminhado para o DP local.

Pacaembu

No domingo (27) quatro visitantes foram flagradas tentando entrar com ilícitos na Penitenciária de Pacaembu. As quatro foram descobertas quando passaram pelo scanner corporal e os agentes da unidade visualizaram objetos estranhos nos interiores dos seus corpos. todas foram questionadas e admitiram a posse, realizando a retirada do invólucro em uma sala a parte.

A primeira visitante possuía uma placa de telefone celular com visor, a segunda um invólucro com maconha, a terceira dois invólucros de maconha e a quarta um invólucro com cocaína.

Todas foram encaminhadas para o DP local.

Presidente Bernardes

No domingo, 27, três visitantes do sexo feminino foram surpreendidas tentando entrar com objetos proibidos (faca de serra, aparelho de telefonia celular e substância entorpecente, supostamente cocaína) na Penitenciária “Silvio Yoshihiko Hinohara” de Presidente Bernardes. Por volta das 9h, foi apreendida uma faca de serra de inox, que estava dentro de uma vasilha com alimentos. Às 10h10, durante procedimento de revista no scanner corporal, foi encontrado um aparelho de telefonia celular, que estava introduzido na genitália de outra visitante. Às 10h45, durante procedimento de revista no scanner corporal, outra visitante foi flagrada com cocaína, que estava introduzida na genitália.

Presidente Venceslau

No domingo, 27, durante o procedimento de revista do jumbo "alimentação" de visitante companheira de preso na Penitenciária II "Maurício Henrique Guimarães Pereira" de Presidente Venceslau, foram encontrados dentro de um pedaço de carne um invólucro contendo 13 placas de adaptadores de cartão de memória e dois cartões de memória.

Tupi Paulista

Ao ser submetida aos procedimentos para scanner corporal, visitante da Penitenciária Feminina de Tupi Paulista foi flagrada com um invólucro contendo maconha no prendedor de cabelos. O fato aconteceu no domingo, 27.

aasassa
Topo