Texto normalContraste normalAumentar contrasteAumentar textoDiminuir texto Ir para o conteúdo

21/08/17 | Assessoria de Imprensa - SAP   Fotos: Divulgação/SAP

Agentes apreendem drogas e celulares com visitantes em presídios paulistas

Apreensões aconteceram no último fim de semana (19 e 20/08)

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa as ocorrências de apreensões com visitantes no último fim de semana (19 e 20/08). Elas aconteceram na capital e região metropolitana, em Ribeirão Preto, Presidente Prudente, Capela do Alto, Flórida Paulista, Lavínia, Pracinha e Tupi Paulista.

Em todos os casos, os visitantes foram conduzidos ao Plantão Policial, sendo suspensos do rol de visitas, sem prejuízo de eventual processo criminal. Os presos que receberiam os ilícitos foram isolados e responderão a procedimento apuratório disciplinar.

Centro de Detenção Provisória (CDP) II "ASP Paulo Gilberto de Araújo" de Chácara Belém

Foram duas apreensões no sábado, 19. Na primeira, a mãe de um preso foi surpreendida tentando entrar no CDP II do Belém com um invólucro contendo maconha. No mesmo dia a companheira de um outro preso também foi flagrada tentando entrar com maconha na unidade. Em ambos os casos, as visitantes foram flagradas com os entorpecentes ocultos nos genitais.

CDP de "Dr. Calixto Antonio" de São Bernardo do Campo

Companheira de detento foi surpreendida no sábado, 19, tentando entrar no CDP de São Bernardo do Campo, portanto substância entorpecente, no interior de um invólucro introduzido na genitália.

CDP Diadema

No último final de semana, foram realizadas apreensões com visitantes tanto no sábado quanto no domingo. No sábado, 19, a mãe de um dos detentos foi flagrada durante revista com um micro aparelho de telefonia celular introduzido na genitália.

Já no domingo, 20, a companheira de um preso da unidade foi surpreendida também tentando entrar no CDP portando um invólucro contendo um micro aparelho de telefonia celular.

CDP II "ASP Vanda Rita Brito do Rego" de Osasco

No último sábado, 19, a companheira de um preso foi flagrada com um invólucro introduzido na genitália. A visitante chamou atenção pelo nervosismo já na fila, do CDP II de Osasco. Ao ser questionada na revista, negou estar portando algo, porém ao ser convidada a ir até um hospital para se submeter a exames acabou retirando o envoltório em local reservado. O embrulho continha 132 gramas de cocaína.

Penitenciária I "Mário Moura Albuquerque" de Franco da Rocha

Companheira de preso da unidade foi flagrada no domingo tentando entrar com maconha e dois fones de ouvido, introduzido na genitália.

CDP de Ribeirão Preto

No último domingo, 20, por volta das 9h da manhã, agentes de segurança do CDP de Ribeirão Preto desconfiaram do nervosismo de uma visitante durante os procedimentos de revista. Quando indagada, a mulher acabou confessando que carregava entorpecente em sua genitália.

Após a confissão, a visitante retirou de forma espontânea um invólucro envolto de fita adesiva que, segundo a mulher, seria para seu cônjuge.

Centro de Detenção Provisória de Capela do Alto

No domingo, 20, a companheira de um dos presos da unidade foi surpreendida durante procedimento de revista tentando ingressar portando um invólucro contendo maconha.

Penitenciária de Flórida Paulista

No domingo, 20, companheira de sentenciado da unidade foi flagrada durante procedimentos de revista no detector de metais tipo “banqueta”, com um micro aparelho de telefonia celular que estava introduzido no interior do corpo dela.

Penitenciária II "Luis Aparecido Fernandes" de Lavínia

No sábado, 19, duas visitantes acionaram o detector de metais do tipo “banquinho” na Penitenciária II de Lavínia. Ao serem questionadas sobre eventual irregularidade retiraram de suas genitálias, respectivamente, cada uma, um aparelho microcelular.

Penitenciária de Pracinha

No domingo, 20, companheira de sentenciado acionou o portal detector de metais da unidade. Ela negou estar portando qualquer objeto metálico ou substância e concordou em ser conduzida à Santa Casa de Adamantina, com escolta da Polícia Militar. Após realização de exames de raio-x, constatou-se haver algo introduzido em seu órgão genital. Ela então, voluntariamente, em um local reservado, retirou um invólucro de sua genitália. Na Delegacia de Polícia de Pracinha, onde se procedeu à abertura do invólucro, constatou-se haver em seu interior, maconha, papel de seda e fio de solda "estanho”.

Penitenciária "Wellington Rodrigo Segura" de Presidente Prudente

No domingo, 20, policiais de dirigiram à Penitenciária de Presidente Prudente por conta de denúncias de que visitantes tentariam entrar com entorpecentes na unidade. Uma delas foi flagrada com 14,8 gramas de maconha, escondidos na bolsa, além de mais 83,3 gramas do mesmo entorpecente escondidos nos genitais, que ela retirou voluntariamente no banheiro da Delegacia.

Penitenciária Feminina de Tupi Paulista

Também no domingo, 20, durante o procedimento padrão de revista para entrada de visitantes, o pai de uma das reeducandas foi surpreendido com uma moeda de R$ 1,00 no bolso de sua calça.

aasassa
Topo