Texto normalContraste normalAumentar contrasteAumentar textoDiminuir texto Ir para o conteúdo

14/08/18 | Assessoria de Imprensa - SAP   Fotos: Divulgação/SAP

Visitantes escondem lâmina de estilete em livro, entorpecentes em comida, na genitália e em chinelos para entrar em presídios de todo o estado (12 e 13/08)


A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa sobre as apreensões do último fim de semana, 11 e 12 de agosto, em presídios do todo o estado de São Paulo. Todos os casos foram registrados por meio de boletim de ocorrência e os visitantes flagrados foram automaticamente suspensos do rol de visitas.

Em cada uma das apreensões, os presos foram isolados e respondem a Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade daqueles que receberiam os materiais ilícitos.

Na capital do Estado, no sábado (11), agentes do Centro de Detenção Provisória III (CDP), de Pinheiros, encontraram invólucros contendo substância análoga à maconha oculta nas roupas de uma visitante da unidade. O ilícito foi encontrado durante procedimento de revista via scanner corporal. A visitante foi encaminhada ao 91° Distrito Policial, para registro de Boletim de Ocorrência.

Franco da Rocha

Na Penitenciária III “José Aparecido Ribeiro”, de Franco da Rocha, a companheira de um detento tentou entrar na unidade, no último sábado (11), com 60 gramas de substância característica à maconha e 197 gramas de substância análoga à cocaína escondidos em sua roupa.

Os ilícitos foram constatados com a mulher durante revista padrão. A visitante aparentava estar nervosa e ao ser questionada sobre estar levando algo em sua roupa assumiu portava os entorpecentes no forro de seu top. A mesma foi encaminhada ao Distrito Policial de Franco da Rocha para a elaboração de Boletim de Ocorrência.

Guarulhos

No Centro de Detenção Provisória (CDP) “ASP Giovani Martins Rodrigues” I e na Penitenciária II “Desembargador Adriano Marrey”, de Guarulhos, quatro visitantes foram flagradas tentando entrar nas unidades penitenciárias com ilícitos. Nos três casos apreendidos no CDP I de Guarulhos, as mulheres esconderam invólucros contendo entorpecentes em suas genitálias. Os agentes constataram entorpecentes característicos à maconha e à cocaína nos invólucros entregues pelas visitantes, que registraram Boletim de Ocorrência no 4° Distrito Policial de Guarulhos.

Já no caso apreendido na Penitenciária II “Desembargador Adriano Marrey” as substâncias entorpecentes foram escondidas dentro de um par de chinelos. Os ilícitos foram confirmados dentro do objeto após revista feita via Raio-X. Ao ser questionada, a visitante que levava os chinelos afirmou que o entorpecente, característico à maconha, seria entregue ao seu companheiro. O material foi recolhido pelos agentes de plantão para averiguação e a mulher encaminhada ao 7° Distrito Policial de Guarulhos para registro de Boletim de Ocorrência.

Diadema

Durante o último final de semana (11 e 12), duas visitantes tentaram levar ilícitos para dentro do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Diadema. No sábado (11), uma mulher foi flagrada na revista feita pelo aparelho de scanner corporal com um invólucro inserido em sua genitália. Após ser entregue aos agentes, foi constatado que o conteúdo do pacote se assemelhava à maconha.

Já no domingo (12), a companheira de um detento escondia ilícito também característico à maconha dentro de cigarros. Em ambos os casos, os entorpecentes foram apreendidos e as mulheres encaminhadas ao 1° Distrito Policial de Diadema para elaboração de Boletim de Ocorrência.

Santo André

No domingo (12), durante a realização de revista feito nos alimentos levados por visitantes, os agentes constataram invólucros com ilícitos ocultados dentro de um pote com nhoque. Em local apropriado, os servidores verificaram que dentro dos invólucros continha entorpecentes característicos à maconha e à cocaína. O Boletim de Ocorrência do caso foi registrado junto ao 4° Distrito Policial de Santo André.

Osasco

Na unidade penitenciária, Centro de Detenção Provisória (CDP) “ASP Vanda Rita Brito do Rego”, de Osasco, a companheira de um preso escondeu na barra de sua calça ilícitos característicos à maconha. Antes de passar pelo scanner corporal foi pedido que a mulher desfizesse a barra de sua calça e a mesma jogou os pacotes escondidos no chão.

Uma servidora constatou o ilícito jogado e questionou a visitante sobre a substância, que assumiu que o entorpecente seria entregue ao seu companheiro. Após recolhido o material, a visitante se encaminhou ao 5° Distrito Policial de Osasco para registro de Boletim de Ocorrência.

Itapecerica da Serra

No sábado (11) de visitas do Centro de Detenção Provisória (CDP) “ASP Nilton Celestino”, de Itapecerica da Serra, a esposa de um preso foi surpreendida durante procedimento de revista feito pelo scanner corporal tentando entrar na unidade com pacotes com entorpecentes presos ao seu corpo.

Foram apreendidos dois pacotes com substâncias análogas à maconha e dois pacotes contendo substâncias características à cocaína camuflados na panturrilha da visitante. Ao ser indagada sobre as imagens verificadas no scanner, a mulher afirmou que os pacotes continham droga e entregou espontaneamente os ilícitos que, ao todo, pesavam 352 gramas. A visitante foi conduzida à Delegacia de Polícia de Itapecerica da Serra para registro de Boletim de Ocorrência.

Jundiaí

A Secretaria da Administração Penitenciária informa que durante o final de semana no Centro de Detenção Provisória (CDP) Marcos Antônio Alves Bezerra, de Jundiaí, duas mulheres foram detidas ao tentar entrar na unidade prisional com drogas.O primeiro flagrante ocorreu no sábado (11), durante o procedimento de revista de alimentos, quando uma mulher de 23 anos tentou passar uma vasilha com panquecas e agentes encontraram três invólucros de maconha dentro da refeição.

O segundo flagrante aconteceu no domingo (12), durante a revista dos produtos de higiene pessoal. Agentes encontraram em dois rolos de papel higiênico, que uma visitante pretendia entregar ao companheiro, sete cartelas de LSD. A princípio a suspeita disse que não sabia de nada, depois alegou que outra visitante havia pedido para que ela entrasse com o material, mas ela não sabia que tinha droga nele. As mulheres foram impedidas de visitação e conduzidas ao plantão policial, onde permanecem à disposição da Justiça.

Campinas

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa que no domingo (12), uma adolescente de 17 anos foi surpreendida, durante o procedimento de revista ao tentar entrar com 13 gramas de maconha, no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Campinas.

A suspeita pretendia visitar o companheiro, mas foi impedida quando agentes perceberam, por meio do scanner corporal, alterações no top que ela usava. A jovem foi conduzida ao plantão policial, onde foi acionado o Conselho Tutelar, por esta ser menor de idade.

Piracicaba

A Secretaria da Administração Penitenciária (SP) informa que no sábado (11), o irmão de um sentenciado foi detido no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Piracicaba, durante o procedimento de revista ao tentar entrar na unidade prisional com aproximadamente 13 gramas de maconha escondidos em maços de cigarros.

Agentes suspeitaram do homem após perceberem o cheiro forte do entorpecente, além do nervosismo dele. Ao ser questionado ele admitiu que pretendia entregar o entorpecente ao seu irmão. Em seguida, o homem foi encaminhado ao plantão policial, onde permanece à disposição da Justiça. O preso foi isolado preventivamente para procedimento disciplinar.

Casa Branca

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa que no domingo (12), a irmã de um sentenciado foi detida, durante o procedimento de revista, na Penitenciária ‘Joaquim de Sylos Cintra’, em Casa Branca, com aproximadamente 92 gramas de maconha escondidos na vagina.

No momento em que a suspeita passou pelo body scanner, agentes perceberam alteração na imagem da região pélvica e ao questioná-la sobre o que se tratava, ela imediatamente confessou que havia colocado o invólucro em seu corpo com o objetivo de entregar ao seu irmão. Ela foi conduzida ao plantão policial, onde permanece à disposição da Justiça e o preso que seria visitado foi isolado preventivamente para procedimento disciplinar.

Tremembé

Por volta das 6h30, agentes de segurança da Penitenciária Feminina II de Tremembé encontraram um invólucro nos arredores da unidade, próximo ao alambrado que delimita a área de regime semiaberto. O material continha 55 gramas de maconha e as servidoras encaminharam a erva para a Delegacia de Polícia de Taubaté.

Caraguatatuba

No mesmo dia, em Caraguatatuba, uma visitante foi flagrada ao tentar entrar no Centro de Detenção Provisória com 27 gramas de cocaína e 48 gramas de maconha em um invólucro introduzido no ânus. As drogas estavam envoltas em carbono e fita adesiva, formando um pacote de formato cilíndrico identificado pelo aparelho de escaneamento corporal. A mulher, de 53 anos, é companheira de um detento do CDP. A suspeita foi encaminhada para a Delegacia Seccional de Polícia do município e teve seu nome suspenso do rol de visitas da SAP.

São Vicente

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa que foram apreendidos 417 gramas de entorpecentes e objetos ilícitos em uma mochila abandonada na área externa da Penitenciária “Dr. Geraldo de Andrade Vieira”, a P1 de São Vicente, no domingo, dia 12 de agosto.

O material foi encontrado por volta das 2h30, quando agentes de escolta e vigilância avistaram, da torre de segurança, dois indivíduos nos arredores da unidade. Ao serem alertados, os suspeitos correram e abandonaram uma bolsa perto da muralha do estabelecimento. Foram encontrados 207 gramas de cocaína, 210 gramas de maconha, quatro celulares com cinco carregadores e sete fones de ouvido, uma antena para telefone móvel, um cabo USB, oito mini serras, um carretel com 54 metros de corda, cola instantânea e massa epóxi.

A droga e os objetos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia, onde foi lavrado Boletim de Ocorrência. A direção da penitenciária enviou comunicado para a Vara de Execuções Criminais, além de instaurar Procedimento Disciplinar Apuratório.

Guareí

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa que no sábado (11) uma mulher de 38 anos foi detida na Penitenciária ‘Nelson Vieira’, de Guareí, durante o procedimento de revista, com 20 comprimidos de ecstasy e 78 gramas de maconha escondidos na região pélvica. Os agentes perceberam alteração na imagem feita pelo body scanner, mas a suspeita negou ao ser questionada, havendo a necessidade de um novo procedimento de revista. A mulher tentou se livrar do material, mas foi surpreendida e impedida de visitar o companheiro. Ela foi conduzida ao plantão policial, onde permanece à disposição da Justiça.

Na Penitenciária Compacta II de Guareí, a companheira de um sentenciado foi detida, no domingo (12). Agentes encontraram em um par de meias que a suspeita usava nas mãos, um invólucro contendo maconha e cocaína. A mulher foi conduzida ao plantão policial, onde permanece à disposição da Justiça.

Reginópolis

No domingo, 11, agentes de segurança da Penitenciária I “Tenente PM José Alfredo Cintra Borin” de Reginópolis, encontraram, nos pertences de uma mulher de 45 anos, uma lâmina de estilete de aproximadamente 10 centímetros. O objeto foi rastreado pelo equipamento de raio-X no momento da revista, que flagrou a lâmina colada nas páginas de um livro. A mulher, mãe de sentenciado, foi suspensa do rol de visitas.

Álvaro de Carvalho

No sábado, 11, por volta das 11h50, uma mulher de 24 anos foi flagrada com um invólucro emborrachado contendo entorpecente na Penitenciária “Valentim Alves da Silva” de Álvaro de Carvalho. Ela foi barrada no momento em que passava pelo scanner corporal, que identificou objeto introduzido no corpo. Quando questionada pelas agentes, a mulher negou que possuía qualquer objeto escondido.

A visitante foi encaminhada à unidade de saúde local para a realização de exame médico, que constatou um pacote introduzido na vagina. Tratava-se de aproximadamente 113 gramas de cocaína e diversos extratos bancários.

Pirajuí

Outro caso envolvendo droga no órgão genital ocorreu no sábado, na Penitenciária “Luiz Gonzaga Vieira”, a PII de Pirajuí. Por volta das 8h, esposa de sentenciado foi flagrada pelo scanner corporal com um objeto não identificado na região pélvica.

A mulher foi questionada e acabou confessando que escondia droga no corpo. Ela foi encaminhada a uma sala separada e retirou voluntariamente do fundo da calcinha, um pacote plástico contendo aproximadamente 86 gramas de maconha.

Araraquara

Agentes de segurança da Penitenciária “Dr. Sebastião Martins Silveira” de Araraquara, frustraram a entrada de uma mulher com celular escondido nos pertences. O aparelho, que seria destinado ao preso, estava dentro de uma sacola e foi descoberto no momento da revista de raio-X.

O caso ocorreu no domingo, 12, por volta das 7h30 da manhã.

Andradina

Na Penitenciária de Andradina, no último sábado (11/08), por volta das 11h30 um visitante foi submetido à revista com o scanner corporal, onde foi observado na imagem gerada pelo aparelho, um objeto estranho na altura do seu órgão genital. Questionado o visitante assumiu estar portando no forro de sua cueca porções de maconha. O homem foi encaminhado à Delegacia de polícia onde foi lavrado Boletim de Ocorrência.

Também no domingo (12/08), por volta das 11h30 um visitante foi submetido à revista com o scanner corporal, onde foi observado na imagem gerada pelo aparelho, um objeto estranho na altura do seu órgão genital. Questionado o visitante assumiu estar portando no interior de sua cueca porções de maconha. O homem foi encaminhado à Delegacia de polícia onde foi lavrado Boletim de Ocorrência.

Lavínia

Na Penitenciária II "Luis Aparecido Fernandes" de Lavínia, no último sábado (11/08), uma visitante, companheira de um reeducando, foi submetida à revista pelo scanner corporal , quando o aparelho sinalizou a presença de um objeto em seu corpo. Indagada, a mulher assumiu portar um invólucro que, após retirado espontaneamente por ela mesma de seu órgão genital, foi verificado que se tratava de um microcelular. Em seguida, outra mulher, também companheira de um reeducando, foi submetida à revista pelo scanner corporal, quando o aparelho acusou um objeto estranho em seu interior. Indagada, a mulher assumiu portar um invólucro que, após retirado espontaneamente por ela mesma de seu órgão genital, foi verificado que continha maconha. As duas mulheres foram encaminhadas à Delegacia de Polícia, onde foi lavrado Boletim de Ocorrência.

Na Penitenciária III "ASP Paulo Guimarães" de Lavínia, no último sábado (11/08), por volta das 10h20, uma visitante, companheira de um reeducando, após passar por revista no scanner corporal, foi surpreendida tentando entrar na unidade prisional com duas placas de celulares dentro de seus chinelos, envoltos com fita isolante. A mulher foi encaminhada à Delegacia de Polícia, onde foi lavrado Boletim de Ocorrência. Já no domingo (12/08), uma mulher, companheira de outro reeducando, após passar por revista no scanner corporal, foi surpreendida tentando entrar na unidade prisional com um invólucro, que continha um minicelular, dentro de seu órgão genital. A mulher foi encaminha à Delegacia de Polícia, onde foi lavrado Boletim de Ocorrência.

Martinópolis

Na Penitenciária "Tacyan Menezes de Lucena" de Martinópolis, o último sábado (11/08), por volta das 8h30, uma mulher, companheira de um reeducando, após passar por revista no scanner corporal, foi surpreendida tentando entrar na unidade prisional com 20 comprimidos de estimulante sexual colados na sola de seus pés. A mulher foi encaminha à Delegacia de Polícia, onde foi lavrado Boletim de Ocorrência.

No domingo (12/08), por volta das 8h10, uma visitante, companheira de um reeducando, após passar por revista no scanner corporal e verificar que havia um objeto estranho em sua genitália, foi encaminhada à Santa Casa de Martinópolis, onde constatou-se que se tratava de um invólucro contendo cocaína. Por volta das 8h30, outra visitante, tentou entrar na unidade prisional com um pacote de bolacha contendo no interior maconha e 10 chips de celular. Já por volta das 9h, mais uma mulher tentou entrar na unidade prisional com LSD nos alimentos levados por ela e às 9h30 uma quarta visitante, tentou entrar com pacotes de fumo que continham maconha em seu interior. As mulheres foram encaminhadas à Delegacia de Polícia, onde foi lavrado Boletim de Ocorrência.

Mirandópolis

Na Penitenciária II "ASP Lindolfo Terçariol Filho" de Mirandópolis, no sábado (11/08), por volta das 8h30, uma visitante, companheira de um preso, tentou entrar na unidade prisional com 41 comprimidos de estimulantes sexuais e 98 pequenos invólucros contendo maconha, ocultados em uma vasilha plástica com alimentos. A mulher foi encaminhada à Delegacia de Polícia, onde foi lavrado Boletim de Ocorrência.

Penitenciária de Osvaldo Cruz

Na Penitenciária de Osvaldo Cruz, no último sábado (11/08), às 7h15, uma mulher foi flagrada tentando entrar com três grampos de cabelo, após passar por procedimento de revista com aparelho Raio-X na sacola plástica com mantimentos.

Pacaembu

Na Penitenciária "Ozias Lúcio dos Santos" de Pacaembu, no último sábado (11/08), após passar por procedimento de revista em aparelho Raio-X, uma mulher foi flagrada tentando entrar na unidade prisional com uma vasilha contendo nove invólucros com maconhas. A mulher foi encaminha à Delegacia de Polícia, onde foi lavrado Boletim de Ocorrência. Ainda no mesmo dia, após passar por scanner corporal, outra mulher foi surpreendida tentando entrar na penitenciária com um invólucro em seu ânus contendo duas placas de celular. As mulher foram encaminhadas à Delegacia de Polícia, onde foi lavrado Boletim de Ocorrência.

No domingo (12/08), uma visitante, ao passar pelo scanner corporal, foi surpreendida tentando entrar na unidade prisional com duas porções de maconha escondidas no avesso da calça, costurados na região da panturrilha. A mulher foi encaminhada à Delegacia de Polícia, onde foi lavrado Boletim de Ocorrência.

Presidente Bernardes

No último final de semana, três visitantes do sexo feminino foram surpreendidas tentando entrar com objetos proibidos na Penitenciária “Silvio Yoshihiko Hinohara” de Presidente Bernardes. No sábado, 11, por volta das 09h40, durante procedimento de revista no scanner corporal, foi constatado que uma visitante do sexo feminino, portava objeto suspeito em sua genitália. Questionada a respeito, ela informou que se tratava de um aparelho de telefonia celular, prontificando-se em entregá-lo. No dia seguinte, 12, domingo, às 07h e 10h25, durante o mesmo procedimento, outras duas visitantes também foram flagradas com mais um celular e uma placa de celular em suas partes íntimas.

Presidente Venceslau

Durante o procedimento de revista no sábado, 11, ao revistar a alimentação "jumbo", os agentes surpreenderam esposa de sentenciado tentando entrar na Unidade Prisional com 94 invólucros contendo em seu interior um pó branco com as características de entorpecente conhecida como cocaína., em 01 (um) pacote de balas. A visitante foi conduzida ao Plantão Policial e ficou impedida de realizar a visitação.

Riolândia

No domingo, 12, às 10h45, após passar pelos procedimentos rotineiros de revista dos alimentos no detector de metais, agentes constataram que visitante companheira de sentenciado da Penitenciária "João Batista de Santana" de Riolândia havia deixado uma sacola para trás com alguns pertences e ao ser averiguado constatou-se que havia um aparelho celular no interior. Ao ser questionada sobre os fatos, a mesma disse que o aparelho lhe pertencia e que deixou a sacola para não ter que voltar no carro para guardar.

Caiuá

No domingo, 12, por volta das 9h, agentes encontraram maconha dentro de maços de cigarro trazidos por duas visitantes, ambas companheiras de presos do CDP "Tácio Aparecido Santana" de Caiuá.

São José do Rio Preto

No Centro de Progressão Penitenciária "Dr Javert de Andrade" de São José do Rio Preto, no domingo, 12, por volta das 11h, companheira de reeducando e foi surpreendida por agente de segurança penitenciária, durante o procedimento de revista, portando uma cédula de cinquenta reais, que estava ocultada dentro da carteira de identidade que portava.

aasassa
Topo