Texto normalContraste normalAumentar contrasteAumentar textoDiminuir texto Ir para o conteϊdo

11/05/23 | Assessoria de Imprensa - SAP | Fotos: Divulgação/SAP  |  Compartilhe Facebook      Twitter      Whatsapp      Linkedin      Enviar por e-mail

Visitantes de unidades prisionais enviam drogas por correspondências que são barradas pelos Policiais Penais


A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa sobre apreensões de ilícitos registradas em unidades prisionais da Região Metropolitana de São Paulo.

Capital

O Centro de Detenção Provisória "ASP Paulo Gilberto de Araújo" do Belém II efetuou uma apreensão de ilícito em correspondência. O fato aconteceu nesta quarta-feira, dia 10, durante revista aos itens encaminhados por visitante cadastrado.

Os servidores de plantão notaram irregularidades nas imagens dos objetos constantes na caixa encaminhada pela mãe de um dos presos que está custodiado na unidade. Ao examinarem os itens, localizaram um invólucro com uma substância esverdeada semelhante à maconha. A droga estava embutida no nós de uma calça enviada pela mulher ao filho.


A apreensão foi registrada na 81ª Delegaria de Polícia do bairro do Belém para a emissão de Boletim de Ocorrência

Guarulhos

  A Penitenciária II "Desembargador Adriano Marrey" de Guarulhos registrou uma apreensão em correspondência na manhã desta quinta-feira, dia 11. A encomenda foi enviada pela avó de um dos custodiados da unidade.

Segundo a direção da Penitenciária, o ilícito estava dentro de um par de tênis. Foram localizados 3 invólucros e outros 9 pacotes pequenos com substância branca semelhante à cocaína.


Os ilícitos foram enviados ao 8º Distrito Policial de Guarulhos para a emissão do Boletim de Ocorrência. Internamente, a unidade prisional está apurando o fato.

    
aasassa
Topo