Texto normalContraste normalAumentar contrasteAumentar textoDiminuir texto Ir para o conteúdo

04/12/18 | Assessoria de Imprensa - SAP   Fotos: Divulgação/SAP

Maconha em chupeta e outras tentativas de burlar a vigilância de agentes - apreensões em todo o estado (dias 01 e 02/12/2018)


A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa sobre as apreensões realizadas no último final de semana, 1° e 2 de dezembro, em presídios do estado de São Paulo. Entre as apreensões inusitadas, agentes encontraram maconha escondida dentro de duas chupetas do filho de um ano de visitante no sábado, na Penitenciária I “AEVP Jair Guimarães de Lima” de Potim.

Já no domingo, 2, uma mulher foi detida, durante o procedimento de revista dos alimentos, na Penitenciária ‘Dr. Antônio de Queiroz Filho’, Itirapina I, com 16 gramas de maconha distribuídos em cubos de macarrão. Ela pretendia entregar a comida ao seu companheiro.

Também no domingo, 2, em Bernardino de Campos, uma visitante alegou que esqueceu um canivete no sutiã. Ela foi flagrada pela banqueta detectora de metais.

Todos os casos foram registrados por meio de boletim de ocorrência e os visitantes flagrados foram automaticamente suspensos do rol de visitas.Em cada uma das apreensões, os presos foram isolados e respondem a Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade daqueles que receberiam os materiais ilícitos.

A Pasta parabeniza os agentes pelo rigor no cumprimento do dever.

Capital

No domingo (2), no Centro de Detenção Provisória (CDP) "ASP Vicente Luzan da Silva", de Pinheiros I, os agentes de segurança penitenciária de plantão apreenderam entorpecentes com quatro visitantes da unidade. Em todas as situações as mulheres levavam ilícitos característicos à maconha escondidos no cós da calça e em uma outra situação foi encontrado entorpecente também no top da visitante. Todas as apreensões foram registradas no 91° Distrito Policial do Ceasa - São Paulo.

Guarulhos

Na Penitenciária II "Adriano Marrey", de Guarulhos, a mãe de um preso foi flagrada tentando entrar na unidade com uma substância esverdeada, característica à maconha, escondida na barra de sua calça. O material foi identificado com a mulher após a mesma ter passado por revista no aparelho scanner corporal.

O ilícito e a visitante foram encaminhados ao Distrito Policial local para a elaboração do Boletim de Ocorrência e demais providências cabíveis ao caso.

Mauá

Durante o final de semana (1° e 2 de novembro), no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Mauá, três visitantes estavam portando ilícitos que seriam levados para dentro da unidade. Em duas apreensões registradas no sábado (1°), as mulheres estavam com aparelho celular e com entorpecente característico à maconha escondidos em seus corpos. A visitante que levava o entorpecente, em um primeiro momento, negou estar portanto qualquer material ilícito, mesmo após o scanner corporal ter registrado a anormalidade. Após conversa com o responsável do setor a mesma confirmou levar o entorpecente e o entregou aos agentes de segurança.

No domingo (2), foi realizada a apreensão de outro invólucro contendo substância ilícita característica à maconha. O material também estava escondido no corpo da mulher e foi descoberto após a mesma ter passado por revista no scanner corporal. Os casos foram encaminhados ao Distrito Policial de Mauá para elaboração de Boletim de Ocorrência e demais providências.

Osasco

No Centro de Detenção Provisória I (CDP) "Ederson Vieira de Jesus", de Osasco, foi apreendido um invólucro contendo entorpecentes característicos à maconha e à cocaína com uma visitante. A situação aconteceu no último domingo (2) quando uma visitante da unidade foi revistada pelo scanner corporal e o aparelho acusou irregularidade na região pélvica de seu corpo. O pacote estava escondido em suas partes íntimas e foi entregue aos agentes de segurança de plantão para ser analisado e encaminhado às autoridades policiais. O Boletim de Ocorrência do caso foi registrado no 5° Distrito Policial de Osasco.

Franco da Rocha

Nas Penitenciária II "Nilton Silva" e III "José Aparecido Ribeiro", de Franco da Rocha, os agentes de segurança penitenciária de plantão flagraram visitantes tentando levar ilícitos para dentro das unidades. Na PII, ao passar por revista no scanner corporal o aparelho indicou haver anormalidade na região pélvica da visitante. A mulher foi encaminhada ao Hospital de Caieiras para retirar o invólucro de seu corpo e dentro continha substâncias características à maconha, à cocaína e ao LSD.

Na PIII de Franco da Rocha, a visitante estava com um pacote contendo 7 gramas de substância análoga à maconha escondido na costura de sua roupa íntima (top). O entorpecente apreendido foi encontrado durante revista manual e a mesma o entregou aos responsáveis. Os casos foram registrados na Delegacia de Polícia local.

Itapecerica da Serra

O pai de um preso do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Itapecerica da Serra, ao passar por revista para visitar seu filho no último domingo (2), foi surpreendido com ilícitos característicos à maconha escondidos em sua roupa íntima. O material foi visto pelos agentes de segurança pelas imagens do aparelho scanner corporal. Ao ser questionado o visitante afirmou estar com as irregularidades, duas porções pesando aproximadamente 5 gramas.

O material foi recolhido e o homem foi encaminhado ao Distrito Policial de Itapecerica da Serra para providências necessárias.

Mogi das Cruzes

Uma jovem foi barrada ao tentar entrar com um celular no Centro de Detenção Provisória de Mogi das Cruzes no sábado, dia 1º de dezembro. O flagrante, que aconteceu por volta das 9h30, foi realizado graças ao trabalho dos agentes de segurança penitenciária da unidade.

Ao passar o kit de utensílios trazido pela visitante no aparelho de raio-X, os servidores identificaram um objeto suspeito nas imagens geradas. Ao analisarem o conteúdo, encontraram um telefone móvel dentro de uma sacola. A mulher, de 22 anos, é companheira de um detento do estabelecimento penal.

A jovem foi encaminhada para a Delegacia de Polícia, onde foi lavrado o Boletim de Ocorrência, e teve seu nome suspenso do rol de visitas da SAP. A direção do CDP enviou comunicado para a Vara de Execuções Criminais, além de instaurar Procedimento Disciplinar Apuratório.

São Vicente

A irmã de um preso foi flagrada com maconha escondida na vagina na Penitenciária “Dr. Geraldo de Andrade Vieira”, a P1 de São Vicente. A apreensão aconteceu no sábado, dia 1º de dezembro, graças ao trabalho realizado pelas agentes de segurança da unidade.

Por volta das 10h, ao ser submetida à revista por meio de escaneamento corporal, um objeto suspeito foi observado na região pélvica da jovem, de 20 anos. Ao ser questionada pelas servidoras, a visitante confessou o ato ilícito e retirou, espontaneamente e em sala reservada, um invólucro com 45 gramas de maconha do órgão genital.

A mulher foi encaminhada para o 3º Distrito Policial de São Vicente, onde foi lavrado o Boletim de Ocorrência, e teve seu nome suspenso do rol de visitas da SAP. A direção da unidade prisional enviou comunicado para a Vara de Execuções Criminais, além de instaurar Procedimento Disciplinar Apuratório.

Hortolândia

No sábado, 1, uma visitante foi surpreendida durante o procedimento de revista, na Penitenciária “Odete Leite de Campos Critter”, Hortolândia II. O Objetivo da mulher, de 31 anos, era visitar o companheiro e entregá-lo 29 gramas de maconha e dois adesivos de LSD, mas a ação foi impedido quando agentes perceberam alterações. Por meio da imagens do body scanner, no cós da calça da suspeita. Diante disso, ela foi conduzida ao plantão policial, onde permanece à disposição da Justiça.

Americana

No domingo, 2, uma mulher foi detida, durante o procedimento de revista corporal, no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Americana, com 120 gramas de cocaína dentro da vagina. Agentes perceberam a alteração na região pélvica da suspeita, por meio das imagens produzidas pelo body scanner. Diante disso, ela foi conduzida ao plantão policial, onde permanece à disposição da Justiça.

Piracicaba

No domingo, 2, durante o procedimento de revista, agentes flagraram uma visitante tentando entrar na Penitenciária Masculina de Piracicaba com 150 gramas de maconha e 21g de cocaína escondido na vagina. Diante disso, ela foi encaminhada ao plantão policial, onde permanece à disposição da Justiça. O Preso foi isolado, preventivamente para procedimento disciplinar. A SAP informa que as pessoas as quais são flagradas tentando entrar nas unidades prisionais com materiais proibidos são suspensas do rol de visitas, temporariamente.

Potim

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa que uma mulher foi barrada ao tentar entrar na Penitenciária “AEVP Jair Guimarães de Lima”, a P1 de Potim, com maconha escondida dentro de duas chupetas de seu filho, de apenas um ano. A droga foi apreendida no sábado, dia 1º de dezembro, graças ao trabalho de inspeção dos servidores da unidade.

Por volta das 8h, ao serem revistados os itens da visitante, de 29 anos, os agentes encontraram 4 gramas da erva dentro das bases de plástico ocas que seguram as alças das chupetas. A suspeita pretendia entregar o entorpecente a seu companheiro, recluso na unidade, pai do bebê.

A mulher foi encaminhada para a Delegacia de Polícia de Aparecida, onde foi lavrado o Boletim de Ocorrência, e teve seu nome suspenso do rol de visitas da SAP. A direção da penitenciária enviou comunicado para a Vara de Execuções Criminais, além de instaurar Procedimento Disciplinar Apuratório.

Itirapina

No sábado, 1, uma mulher foi detida na Penitenciária “João Batista de Arruda Sampaio”, Itirapina II, durante o procedimento de revista, com 100 gramas de cocaína introduzidos na vagina. A apreensão ocorreu no momento em que a suspeita passou pelo body scanner, pois a imagem mostrou alteração no corpo dela. Agentes perceberam a irregularidade e perguntaram à mulher do que se tratava. A princípio ela negou que estivesse portando algo ilícito, admitindo em seguida que estava com drogas e tentou tirou o invólucro, mas não conseguiu, tendo que ser conduzida ao hospital. Após a retirada do material, a mulher e a droga foram conduzidos ao plantão policial, e permanecem à disposição da Justiça.

No domingo, 2, uma mulher foi detida, durante o procedimento de revista dos alimentos, na penitenciária ‘Dr. Antônio de Queiroz Filho’, Itirapina I, com 16 gramas de maconha distribuídos em cubos de macarrão. Ela pretendia entregar a comida ao seu companheiro.

Agentes perceberam a presença do entorpecente na comida e ao constatarem o fato acionaram a polícia. A suspeita foi conduzida ao plantão policial, onde permanece à disposição da Justiça.

Avaré

No domingo, 02, às 7h35, na Penitenciária “Dr. Paulo Luciano Campos” de Avaré, quando da entrada de visitantes, durante revista manual de pertences de uma mulher, Agente de Segurança Penitenciária localizou dentro de uma sacola, entre produtos de higiene e alimentícios, uma cédula de R$5,00. Ao ser questionada a visitante alegou que não sabia como a nota havia parado ali e que não lembrava de tê-la esquecido na sacola. A visitante foi impedida de adentrar a unidade e será suspensa do rol de visitas, enquanto o sentenciado foi encaminhado para o pavilhão disciplinar para apuração dos fatos.

Bernardino de Campos

Também no domingo 02, às 12h45, durante averiguação de visitante em banqueta detectora de metais, o equipamento emitiu alerta sonoro para presença de metais. Agentes de Segurança Penitenciária femininas da Penitenciária de Bernardino de Campos iniciaram revista manual, quando encontraram um canivete no sutiã da mulher, que tentou se esquivar e lançar o objeto no lixo. Indaga sobre o fato a mulher alegou ter “esquecido de retirar” o canivete antes de adentrar a penitenciária. Foi aberto Comunicado de Evento e instaurado Procedimento Disciplinar em desfavor do preso que supostamente receberia o canivete.

Franca

A entrada de visitantes ocorria tranquilamente no dia 02, domingo, na Penitenciária de Franca, até que por volta de 8h40, Agente Penitenciária que operava o scanner corporal percebeu na imagem um objeto oval na região pélvica da visitante. Questionada, a mulher confessou que havia introduzido uma porção de droga em seu próprio corpo. Escoltada por agentes femininas até uma sala reservada, ela retirou de seu ânus um invólucro de cor preta que, ao ser aberto, constatou se tratar de erva esverdeada, possivelmente maconha, pesando 67 gramas. Diante dos fatos ela foi encaminhada para o Plantão Policial de Franca para lavratura de Boletim de Ocorrência. No âmbito da unidade prisional, foi redigido Comunidade de evento e o preso que receberia a droga isolado em pavilhão disciplinar para averiguação dos fatos.

Presidente Bernardes

No sábado, 1, na Penitenciária Silvio Yoshihiko Hinohara de Presidente Bernardes, três visitantes do sexo feminino foram surpreendidas tentando entrar com objetos proibidos na penitenciária. Durante os procedimentos de revista pelo scanner corporal, cada uma delas foi flagrada com 01 (um) telefone celular inserido na genitália, respectivamente. Todas as mulheres foram conduzidas à Delegacia de Polícia local, onde foram lavrados os respectivos Boletins de Ocorrência. Também foi instaurado Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade dos sentenciados que receberiam os aparelhos.

Lavínia

Quatro mulheres foram flagradas pelo aparelho de scanner corporal quando tentavam passar pelos procedimentos de revista ocultando em seus corpos, nas genitálias, aparelhos de telefonia celular na Penitenciária II Luiz Aparecido Fernandes de Lavínia. No total, foram apreendidos 05 (cinco) aparelhos e uma das visitas precisou ser conduzida até o Hospital Estadual de Mirandópolis para passar por raios X, uma vez que negava o fato. Outra havia apresentado RG falsificado para burlar a segurança. Foram lavrados Comunicados de Evento, os sentenciados isolados preventivamente e instaurados Procedimentos Disciplinares para melhor apuração dos fatos. As visitantes foram suspensas do rol de visitas e levadas perante a Autoridade Policial para as providências da Polícia Judiciária. O fato aconteceu no sábado, 1.

Martinópolis

Durante os procedimentos de revista para visitação no presídio, Agentes de Segurança Penitenciária da Penitenciária Tacyan Menezes de Lucena de Martinópolis descobriram que cinco mulheres tentavam driblar a fiscalização no sábado. Todas elas foram flagradas pelas imagens do aparelho de scanner corporal portando invólucros ocultos em seus órgãos genitais que, juntos, somaram 04 (quatro) celulares e 01 (uma) porção de cocaína. Duas delas, negando o fato, foram levadas para comprovação da suspeita via exame de raios X no hospital. Posteriormente, todas foram encaminhadas à delegacia e suspensas do rol de visitas. Os sentenciados envolvidos responderão a Procedimento de Infração Disciplinar.

Pacaembu

Com um invólucro inserido na genitália e composto por 100 (cem) comprimidos na cor lilás, supostamente o entorpecente “Êxtase”, a irmã de um sentenciado tentou entrar na unidade para visitá-lo, mas o ilícito foi descoberto quando ela passava pelo aparelho de revista corporal da Penitenciaria Ozias Lucio dos Santos de Pacaembu. A Polícia Militar foi acionada e a visitante conduzida após o flagrante para a delegacia de polícia local, para as providências de praxe. Por fim, foi instaurado Procedimento Disciplinar para apurar eventual participação do sentenciado que seria visitado e suspensão da mulher do rol de visitas. O fato aconteceu no domingo, 2.

Valparaíso

O Centro de Progressão Penitenciária de Valparaíso registrou duas apreensões de ilícitos com visitantes neste domingo. No primeiro caso, uma visitante trazia uma porção de substância semelhante à cocaína (76 gramas) inserida no órgão genital e, negando o fato, foi encaminhada ao hospital para passar por exame de raios X, que veio a confirmar o que já havia sido revelado pelo aparelho de scanner corporal. Com isso, o reeducando que seria visitado foi chamado e, nesse momento, tentou evadir-se pulando um dos alambrados, mas foi contido por Agentes de Segurança Penitenciária e levado para a Cela Disciplinar onde aguarda decisão da Vara de Execuções Criminais para regressão ao regime fechado. No mesmo dia, outra visitante trouxe farofa para o companheiro que cumpre pena no local, porém, em meio ao alimento, estavam ocultos 88 (oitenta e oito) invólucros com aproximadamente 100 gramas de substância aparentando maconha. O preso foi levado à Cela Disciplinar para aguardar decisão do Deecrim de Araçatuba sob sustação cautelar de regime semiaberto. As mulheres flagradas foram suspensas do rol de visitas e levadas à delegacia de polícia para elaboração de Boletim de Ocorrência e prisão em flagrante por tráfico de drogas.

aasassa
Topo