Notícias

21/05/13 | Mariana Morimura - Assessoria de Imprensa - SAP

Biblioteca infantil é criada na PII de Balbinos

Projeto “Visita e Cultura” estimula os pequenos visitantes a ler

Clique para ver mais fotos

Clique para ver mais

Filhos de presos são estimulados a ler desde pequenos na PII

As crianças que visitam seus familiares na Penitenciária II (PII) de Balbinos são incentivadas à leitura, através do projeto “Visita e Cultura”, implantado em 18/04. Uma minibiblioteca com 200 títulos infanto-juvenis foi criada para atender a aproximadamente 50 crianças que comparecem à unidade nos finais de semana.

Cada pavilhão habitacional recebe cerca de 15 livros e cinco revistas em quadrinho todas às sextas-feiras, que ficam à disposição das crianças nos dias de visita. Um rodízio dos exemplares é feito entre os pavilhões, para que todos tenham acesso a diferentes conteúdos.

Os livros, provenientes de doação, ficam sob responsabilidade de um reeducando de cada pavilhão, chamado de “apoio cultural”. O sentenciado é orientado a, durante a semana, conscientizar os pais presos sobre a importância de despertar o interesse pela leitura em seus filhos. Nos finais de semana, a orientação é feita aos familiares que comparecem com as crianças.

“Além de proporcionar oportunidade de leitura e acesso à cultura, [a medida] minimiza a ação do ambiente carcerário sobre as crianças”, contou a diretora da unidade, Gislaine Fernandes Constante. “O projeto teve ótima aceitação por parte dos presos e das crianças”, completou.

Cultura, lazer, educação e trabalho

O incentivo à cultura também é direcionado aos reeducandos do presídio. A biblioteca da unidade contém 2,3 mil livros catalogados e um filme é exibido semanalmente a toda população carcerária, pelo projeto “Sessão Cinema – Projeto Luz”. Frequentemente são oferecidas palestras educativas sobre diferentes temas e recebidas visitas de entidades religiosas, além dos sentenciados realizarem atividades esportivas e laborterápicas nos pavilhões habitacionais.

Na área de educação, a penitenciária possui um total de 122 presos estudando atualmente, distribuídos em Ensino Fundamental I (1ª a 4ª série), Ensino Fundamental II (5ª a 8ª série) e Ensino Médio. “Após a parceria da Secretaria da Educação com a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), iniciamos este ano letivo com docentes da rede pública estadual, o que motivou e entusiasmou significativamente os sentenciados”, comentou Gislaine.

Em datas especiais, os alunos da escola confeccionam cartazes e trabalhos relacionados ao tema. Nas comemorações envolvendo visitantes são ofertados brindes às crianças e elaboradas brincadeiras para os familiares dos sentenciados.

Cursos técnicos de curta duração, como Pedreiro – Assentador de Pisos e Azulejos, Eletricista e Instalador Residencial, Pintura Residencial e Texturização em Paredes são oferecidos aos detentos, através da parceria com o Centro Paulo Souza e a Fundação "Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel" (Funap). Além disso, o convênio com o Serviço Social da Indústria (Sesi) resultou na promoção do curso “Alimente-se bem” dentro da PII.

O trabalho também faz parte do cotidiano dos presos da unidade – 704 deles exercem alguma atividade no momento. Alguns trabalham nas empresas Masterfew (confecção de redes esportivas) e Gramado Bolas e Mundial Sport (costura de bolas de futebol); outros desempenham funções no próprio presídio, nas áreas de almoxarifado, cozinha, artesanato, limpeza e manutenção do estabelecimento, monitoração docente e cultural, criação de 26 ovinos e cultivo de hortaliças para complementar o cardápio de servidores e presos.

Aniversário de sete anos

Nos dias 09 e 10/04, a PII de Balbinos comemorou seu sétimo aniversário com um café da manhã surpresa oferecido aos funcionários, que “durante todo esse período deixaram sua contribuição para a manutenção da ordem, segurança e bem estar no local”, segundo Gislaine.

Os servidores foram homenageados de forma carinhosa em um ambiente de descontração e interação, formado principalmente durante o encontro dos turnos do dia e da noite.

A funcionária Silvana Ferreira idealizou a celebração, que se concretizou graças ao auxílio das servidoras Odete Fernandes Dias, Zenaide Caires Freitas e Silvia Vianna.