Texto normalContraste normalAumentar contrasteAumentar textoDiminuir texto Ir para o conteúdo

08/06/20 | Fernanda Nagliati - CRC

Campanha de vacinação atinge 99,51% dos reeducandos na CRC

Objetivo principal é combater outros contágios virais para não atrapalhar e nem confundir os cuidados com o Coronavírus

A Coordenadoria de Saúde e a Coordenadoria das Unidades Prisionais da Região Central (CRC) realizaram a Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza (H1N1, H3N2 e Gripe B) nos estabelecimentos penais subordinados à CRC.

Neste ano, a imunização alcançou 45.866 detentos, o que corresponde a 99,51% do número total de reeducandos custodiados nas unidades prisionais da CRC.

O objetivo é imunizar o maior número possível de pessoas, devido ao fato dos detentos viverem em locais fechados e aglomerados, uma situação que contribui para a proliferação do vírus da gripe, por meio da fala, tosse e espirro, além de contato com as mãos e objetos contaminados.

Por conta disso, desde 2012, a população carcerária entrou para o grupo prioritário para vacinação pelo Ministério da Saúde. Neste ano, as aplicações começaram no dia 14 de abril e foram até o final do mês de maio.

Segundo o diretor do Centro Regional de Saúde, Alexandre Lazinho Santos, a vacinação é de suma importância para que não ocorra consequências futuras, pois ela diminui a incidência de casos de influenza e evita a convergência entre Covid-19 e a gripe comum, facilitando o diagnóstico preciso para o novo coronavírus.

Mesmo não sendo obrigatória, a vacinação em meio à pandemia tem como objetivo combater outros contágios virais que possam confundir a população e atrapalhar os cuidados com o novo Coronavírus.

A campanha é feita por meio de um trabalho conjunto entre a CS, CRC, o Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado (CVE), o Grupo de Vigilância Epidemiológica Regional (GVE) e as redes municipais de saúde, possibilitando o recebimento das doses e insumos necessários.

Além disso, o Núcleo Regional de Saúde e o Centro de Qualidade de Vida e Saúde do Servidor (CQVidass) são responsáveis pela imunização dos servidores que prestam serviço diretamente na coordenadoria.






aasassa
Topo