Texto normalContraste normalAumentar contrasteAumentar textoDiminuir texto Ir para o conteúdo

A Coordenadoria

Estão temporariamente suspensos os atendimentos presenciais ao público externo nas Centrais de Penas e Medidas Alternativas (CPMAs), nas Centrais de Alternativas Penais e Inclusão Social (CEAPISs) e também nas Centrais de Atenção ao Egresso e Família (CAEFs), na seguinte conformidade:

I - as entrevistas psicossociais iniciais, pelo prazo de 30 dias (Comunicado do Conselho Superior da Magistratura);
II - os atendimentos de retorno e espontâneos;
III - os acompanhemos de Benefícios Judiciais (LC, RA, PAD, SURSI, Suspensão do processo, dentre outras hipóteses).

Parágrafo único - Caso seja estritamente necessário o atendimento presencial, este deverá ser pré-agendado junto ao setor responsável, seguindo as recomendações de distanciamento do Ministério da Saúde.

Diante disso, estamos realizando os atendimentos por contato telefônico e meios eletrônicos. Portanto, encaminho anexo os contatos de telefone e endereços eletrônicos das Unidades de Atendimento de Reintegração Social ( CAEF e CPMA) que serão utilizados neste momento, para que sejam divulgados e nosso público alvo tenham conhecimento da forma de atendimento adaptada para esta situação e para que realizem o pré agendamento nas demandas que seja estritamente necessária o atendimento presencial.

Contato das Unidades: CPMAs  |  CAEFs

A Coordenadoria de Reintegração Social e Cidadania é um órgão da Secretaria da Administração Penitenciária, responsável por promover ações para a ressocialização de apenados e egressos do sistema penitenciário paulista. Criada a partir do decreto n°54.025, de 16 de fevereiro de 2009, possui, atualmente, 140 Unidades de Atendimento de Reintegração Social em todo o Estado de São Paulo que operam os Programas de Penas e Medidas Alternativas, e de Atenção ao Egresso e Família, além dos projetos executados em Unidades Prisionais.

Missão

Coordenar ações técnicas, gerenciais e políticas que efetivem a reintegração social e cidadania de pessoas em situação de vulnerabilidade frente ao sistema penal.

Visão

Ser excelência nas ações em reintegração social, minimizando os fatores que produzem a exclusão, a segregação social e a reincidência criminal.

Valores

•  Ética
•  Respeito
•  Tolerância
•  Inclusão social
•  Sustentabilidade

Diretrizes Estratégicas

•  Ampliar programas e serviços, envolvendo os diferentes setores da sociedade;
•  Intensificar a divulgação dos programas e serviços e seus respectivos resultados;
•  Adequar o quadro funcional de acordo com as necessidades da coordenadoria;
•  Investir e atualizar os recursos e sistemas de tecnologia da informação;
•  Ampliar a cobertura do número de cidadãos atendidos de forma satisfatória;
•  Equacionar os recursos orçamentários, priorizando as ações de reintegração social e cidadania na secretaria de administração penitenciária;
•  Implantar mecanismos de desmembramento orçamentário;
•  Implementar indicadores de desempenho em diferentes níveis e funções.

Topo