Volta para página inicial mande um e-mail para a SAP obtenha mais informações técnicas sobre o site

Página Principal

Conheça a SAP

Dirigentes

Estrutura Básica

Coordenadorias

Unidades Prisionais

Corregedoria

Ouvidoria

Escola (EAP)

Órgãos Vinculados

Penas Alternativas

Tecnologia (DTI)

Editais

Estatísticas

Imprensa

Reportagens Especiais

Notícias SAP

Entrevista do Mês

Clipping

Links

Fale com a SAP

 
Clique aqui para acessar
Clique aqui para acessar

Clique aqui para acessar a Fundação Vunesp

Este Website utiliza recursos Macromedia® Flash®
 

 

Penitenciária de Osvaldo Cruz: 5 anos de existência, nenhum registro de fuga

Data foi comemorada com a criação do Dia do Profissional Penitenciário naquele município
 

No dia 11 de março a Penitenciária Compacta de Osvaldo Cruz (662 Km de São Paulo) completou cinco anos de existência e para comemorar a data, diretores e funcionários farão uma comemoração no Rotary Club da cidade, no próximo dia 23/03.

A unidade de regime fechado, que possui um anexo de regime semi-aberto ostenta um histórico exemplar: desde sua inauguração em 2002, nunca passou por rebeliões ou motins e hoje 100% dos presos ali recolhidos trabalham e desenvolvem alguma atividade produtiva enquanto cumprem suas penas, o que lhes permitem auxiliar a família, além de diminuir um dia na pena a cada três trabalhados, conforme determina a Lei. Outro fator relevante é que dos 1246 reeducandos, 940 participam dos cursos que são ministrados no local (dados de 15/3).

No entanto, antes de ser inaugurada, a penitenciária sofreu resistência de boa parte dos moradores da cidade que não a queriam ali. “Houve passeatas, pessoas deitavam na frente dos tratores para impedir a conclusão da obra”, relembra o Diretor Técnico de Departamento Jesus Ross Martins – que está no sistema prisional desde agosto de1986. Nesses 21 anos de trabalho,  se orgulha em dizer que já foi diretor da extinta Casa de Detenção, no bairro do Carandiru, em São Paulo e está à frente da unidade de Osvaldo Cruz desde a sua inauguração. “Depois de exaustivo trabalho, inúmeras visitas e palestras para a sociedade local conseguimos a simpatia da maioria das pessoas”, alegra-se.

Outro dado que deixa o diretor orgulhoso em seus quase dois metros de altura (1,83m) é o  fato de nunca ter ocorrido uma fuga sequer do regime fechado nos cinco anos de  existência da penitenciária; além disso, tanto o Doutor Jesus (como é conhecido no sistema), como os demais funcionários de Osvaldo Cruz, sempre se colocaram à disposição para  socorrer os colegas de outras unidades que passam por dificuldades ou precisam de apoio em seus locais de trabalho.

No dia 23 os funcionários terão um motivo a mais para comemorar o aniversário da penitenciária. É que na última quarta-feira de cinzas (21/2), a Câmara dos Vereadores de Osvaldo Cruz aprovou, por votação unânime, a Lei que criou "O Dia do Profissional Penitenciário" naquele município, a ser festejado anualmente no dia 11/03, data de inauguração da unidade. “Sabemos que também temos dificuldades, como todos têm”, reconhece Jesus. “Mas as vitórias e as bênçãos se acumulam e temos consciência de que não conseguimos nada com solidão, mas com muita união e solidariedade”, destaca.

 

 

Assessoria de Imprensa - SAP

Notícia postada em: 16/03/07

 

Secretaria da Administração Penitenciária

Governo do Estado de São Paulo