Volta para página inicial mande um e-mail para a SAP obtenha mais informações técnicas sobre o site

Página Principal

Conheça a SAP

Dirigentes

Estrutura Básica

Coordenadorias

Unidades Prisionais

Corregedoria

Ouvidoria

Escola (EAP)

Órgãos Vinculados

Penas Alternativas

Tecnologia (DTI)

Editais

Estatísticas

Imprensa

Reportagens Especiais

Notícias SAP

Entrevista do Mês

Clipping

Links

Fale com a SAP

 
Clique aqui para acessar
Clique aqui para acessar

Clique aqui para acessar a Fundação Vunesp

Este Website utiliza recursos Macromedia® Flash®
 

 

Núcleo reorganiza atendimento aos servidores

 

Servidora SAP, vítimas de transtorno de estresse pós-traumático é atendida por profissionais do Núcleo de Saúde do Servidor

 

O Núcleo de Saúde do Servidor vem intensificando os atendimentos aos servidores vitimas de transtorno de estresse pós-traumático e quadro afim. O atendimento está sendo realizado na Coordenadoria de Saúde, através de equipes multiprofissionais compostas por assistentes sociais, psicólogos, psiquiatras e profissionais da área de enfermagem; exclusivamente para esse atendimento.

A Diretora do Núcleo, Iracema Costa Jansson, ao assumir a direção em 11 de julho deu continuidade as atividades recompondo as equipes, além de adaptar um local na sede para atender os servidores. Nessa nova etapa de trabalho foram realizados 63 atendimentos individuais, atingindo servidores da Capital e Grande São Paulo.

Após uma avaliação inicial os pacientes são encaminhados para atendimento grupal ou individual, através de psicoterapia breve focal de no mínimo três meses. Ele também poderá ser encaminhado para serviços especializados credenciados pelo Núcleo de Saúde do Servidor.

Os atendimentos estão sendo realizados mediante agendamento junto ao Núcleo, pelo telefone 2221-0889/ 2221-4319 ramal 216 ou 217.

 

Sobre os Grupos de Acolhimento

 

No ano de 2005, o Núcleo realizou 205 atendimentos e iniciou a organização dos Grupos de Acolhimento nas diversas Coordenadorias Regionais. A partir de encontros para a troca de experiências e treinamentos de agentes multiplicadores, foram traçados procedimentos comuns à atuação em momentos de crise e de acolhimento às vitimas.

Esses Grupos de Acolhimento também têm por objetivo a assistência aos servidores, proporcionando um resgate da dignidade e a sensação de inclusão social, construindo a cidadania e a humanização das relações no local de trabalho.

Um exemplo é o GA da Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Oeste, composta por 35 unidades prisionais e com aproximadamente 8.000 servidores. Ele é composto por servidores de cada unidade, entre os quais estão profissionais de várias áreas, como: agentes de segurança, assistentes sociais, psicólogos, enfermeiros, oficiais administrativos, dentista e auxiliar de serviço.

Na Região Oeste esse GA foi oficializado através da Portaria Croeste nº 47, publicada em Diário Oficial de 1º de abril de 2006 e já atuou prestando auxílio e acolhimento em 15 rebeliões. Na mega rebelião, onde 19 unidades prisionais daquela Coordenadoria foram envolvidas, a equipe esteve 24 horas em plantão. Até julho atenderam 308 servidores.

Outro Grupo de Acolhimento que se encontra em atividade é o da Coordenadoria das Unidades Prisionais da Capital e nas outras Coordenadorias estão sendo organizados com o apoio das Diretoras Regionais de Saúde, local que os servidores devem procurar para obter informações sobre assistência em suas regiões.

 

Contatos:

Saiba mais acessando o Saúde Sap: www.saude.sap.sp.gov.br

 

 

Assessoria de Imprensa - SAP

Notícia postada em: 17/10/06

 

 

 
Política de Privacidade  I  Termos de Uso

Secretaria de Estado da Administração Penitenciária

Produzido por RMTECH®