Volta para página inicial mande um e-mail para a SAP obtenha mais informações técnicas sobre o site

Página Principal

Formação Histórica do Sistema Penitenciário

História do Museu

Unidades Prisionais

Acervo Iconográfico

Acervo de Tatuagens

Acervo de Armas e Utensilios

 
 

Museu Penitenciário Paulista

voltar
 

 

Futura sede Museu Penitenciário Paulista

 

Em 1965 foi criado um grupo de trabalho de servidores da Penitenciária do Estado no intuito de organizar o Museu Penitenciário, objetivando a preservação de obras, documentos e objetos de valor histórico do sistema penitenciário de São Paulo. E sua inauguração ocorre em Maio de 1968.

Quadros pintados em aquarela, a óleo e crayon, bem como entalhes em madeira, móveis de escritório, máquinas fotográficas e instrumentos de medição física de condenados, livros de registros e prontuários criminológicos e penitenciários, além de um sem número de fotos e negativos em vidro, constituem seu acervo.

A esse conjunto somam-se objetos confeccionados por presos de várias unidades, para empreender fuga ou matar companheiros de cárcere, e outros para fabricar bebida alcoólica.

Quadros pintados nas décadas de 20 e 30, tais como a "Via Crucis", "A velha e a criança", "O negro velho", "Crianças no sítio", bem como os trabalhos científicos, com o registro de tatuagens e histórico de sentenciados, do Doutor Moraes Mello, médico da Penitenciária do Estado, foram recuperados a partir dos anos 80.

Outra curiosidade do acervo é o livro de registro de visitas à Penitenciária do Estado e respectivas fotos (ao todo 5.000 - cinco mil ) citando cônsules de vários países da Europa, da Ásia, professores de medicina, juristas, senhoras da sociedade paulista e personalidades de outros estados da nação, cujos pareceres louvam a organização prisional de São Paulo, citando-a como modelar.

Atualmente, o Museu Penitenciário Paulista - MPP passa por uma reestruturação que conta com a reforma de sua nova sede e restauro de seu acervo. Ao fim dessa fase estará instalado na Cidade de São Paulo, junto ao Parque da Juventude.

             

Projeto Final do Museu Penitenciário Paulista

 

São Paulo é capital do Estado e principal centro financeiro, corporativo e mercantil da América Latina, além de ser uma das cidades brasileiras mais influentes no cenário global, exerce significativa influência nacional e internacional, seja do ponto de vista cultural, econômico e político.

Conta com importantes monumentos e museus, como o Memorial da América Latina, o Museu da Língua Portuguesa, o MASP, o Parque Ibirapuera e a avenida Paulista, e eventos de grande repercussão, como a Bienal Internacional de Arte, o Grande Prêmio do Brasil e a São Paulo Fashion Week.

O MPP voltando a ter sua sede na cidade de São Paulo deverá ser incluído nos roteiros de visitação dos museus da cidade. Com isso estará atingindo a meta de contribuir na divulgação da história do Sistema de Prisional.

 

 

 
 

Secretaria de Estado da Administração Penitenciária

Produzido por Flávio CCAP